PRINCIPAL EVENTOS
APRESENTAÇÃO
ARTE
CULTURA
LITERATURA REGIONAL PROJETO ABCERRADO LIVROS
REVISTAS
ARTIGOS
PESQUISAS

MÍDIA/CONTATO
EQUIPE





 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 





Festa do Carro de Boi

 

10º Desfile de Carro de Boi e
Encontro dos Carreiros de Planaltina e Entorno 2017

10º Desfile de Carro de Boi e Encontro dos carreiros de Planaltina e Entorno, em comemoração aos 158 anos da cidade de Planaltina, conforme Lei 5.833 do DF.

Saida As 8h da Manhã da Chácara Vó Iracema nº 88, Quintas do Amanhecer, em direção ao Parque de Eventos de Planaltina, passando pelo Arapoanga, Vila Vicentina, Cemitério Centenário e Histórico São Sebastião, Igrejinha São Sebastião, Praça Cel Salviano Monteiro Guimarães, para para almoço as 12h no Whiscritório Bar - Av. Hugo Lobo Qd. 54, retomando o trajeto a Av. Floriano Peixoto em direção à Vila Buritis, Panificadora Jospina, Administração Regional, Av. Independência, Vila Nossa Senhora de Fátima, chegando no Parque de Eventos as 18h.

Encontro Festivo com os Carreiros e admiradores da Cultura do Carro de Boi.

Trajeto de 11,8Km, 10 Carros de Boi, 60 pessoas envolvidas diretamente na execução e organização





Exposição de Fotos

Festa do Carro de Boi

Planaltina - 2006 a 2012

Exposição de Fotos

Festa do Carro de Boi

Planaltina - 2013 a 2015

 

VÍDEOS
DESFILE DE CARROS DE BOI

PLANALTINA/DF

Desfile Carros de Boi em Planaltina - DFTV
José Airton Gomes
Publicado em 05 de setembro de 2013

Desfile de Carros de Boi
Denis Tavares Romeiro
Publicado em 19 de setembro de 2012

Douglas Soares
Publicado em 16 de jun de 2011

 

FAZENDA PEDRA PRETA

ÁGUA FRIA/GO

 

 

TROPAS E CARROS DE BOI
NO PLANALTO CENTRAL: O ARRAIAL VELHO

Foi nesse contexto histórico que surgiu o Arraial Velho, um antigo pouso de tropa, onde hoje se situa a cidade de Água Fria, no decorrer da segunda metade do século XVIII. Era um local de descanso para as tropas  que se deslocavam para as ricas minas de Traíras e São José do Tocantins, hoje Niquelândia. Bastante comum, na época, era as pessoas viajarem a pé, acompanhando a tropa burriqueira,  pois o Burro era um animal mais barato e rústico; ou também acompanhando a tropa de muares, utilizada nas regiões mais ricas, com o espírito empresarial, transportando grande quantidade de mercadorias.


 

Festa do Carro de Boi

Água Fria/GO

 

ASSOCIAÇÃO DOS CARREIROS DE PLANALTINA E ENTORNO
(ASCAPE)


Por Nilvan Vasconcelos

 

Histórico          

O carro de boi é considerado um dos meios de transporte mais importantes da humanidade.  Em diversos fatos da nossa história lá está ele, como coadjuvante, mas se fazendo presente e se tornando inesquecível.

Planaltina é uma cidade que se envaidece e vive da sua história. Aqui o carro de boi é o protagonista de fatos importantes no desenvolvimento econômico e social da nossa região.


Essa tamanha ligação com o carro de boi não se reduz apenas a uma necessidade de manter viva uma tradição, mas, de reviver e experimentar a força e a coragem dos homens que outrora desafiaram a natureza em defesa de sua subsistência. Longos períodos de viagens para o transporte basicamente de alimentos.

Na tentativa de remontar parte desta história, resgate do perfil histórico e ideológico a população se deu conta de que a cidade apresenta outras facetas culturais com relevância equivalente às demais manifestações religiosas e/ou culturais.Dentro dessa perspectiva, já foram realizados nove edições do “Desfile de Carro de Boi”, e a cada evento despertando maior interesse de colaboração de diversos setores da sociedade.

Dentro dessa perspectiva, já foram realizados nove edições do “Desfile de Carro de Boi”, e a cada evento despertando maior interesse de colaboração de diversos setores da sociedade.

Em sua ascendência em respeito às suas particularidades, a partir do ano de 2013 verificou-se a necessidade de desvincular o desfile da Exposição Agropecuária – EXPOPLAN.

 

 

 

 

O carro de boi tem em seu cerne agregar pessoas de gerações distintas. Uma pelo saudosismo de uma época ora vivida, outra, pelo encantamento das histórias ouvidas. A partir desses sentimentos aumenta o desejo de se criar um organismo representativo, livre de vínculos políticos e partidários.

Em 2013, um pequeno grupo movido por esses sentimentos começa a dar vazão às ideias de criação da ASCAPE. De início, apenas uma sigla, sonhos e desejos de realização. Com o tempo o que era apenas uma ideia toma corpo e recebe a colaboração de diversas pessoas cuja paixão é o canto do carro de boi.

Com base em documentos e relatos foi instituída a Rota do Carro de Boi, delimitação de pontos de passagem dos carreiros com intuito de resgatar a antiga rota de carreiros de Planaltina. Foram acrescidos alguns locais para que vários setores da cidade pudessem ser contemplados com o desfile e movidos por uma atitude de acolhimento, conseguimos criar o Canto do Carreiro no Parque de Eventos da cidade.

Assim, a ASCAPE se consolida a partir de um sonho, como uma entidade representativa dos interesses ambientais, sociais, humanos, folclóricos e culturais dos carreiros, candieiros e todos os amantes da cultura do carro de boi.

 

 

 

OLHA EU AQUI

Olha eu aqui
Passando como um rio
Escutando o bem-te-vi
Soltando seu assobio.

Olha eu aqui
Fazendo o canzil
Sob a sombra do pequi
Olhando pro céu anil.

Olha eu aqui
Fazendo meu cangalho
Escutando a juriti
Escondida entre o galho.

Olha eu aqui
Meu boi de nome palácio
Eu te falo que eu vi
Nunca precisou de laço.

Olha eu aqui
Minha casa no pé da serra
Quando canta o bem-te-vi
Sinto o cheiro da minha terra.


Autor: Emerson Vaz Borges
Dedicado aos carreiros.

 




O filho do Carreiro


Em 1957, mais uma família se constitui Nelson e Nezinha, anos mais tarde pais de nove filhos, dos quais restam sete.

Nelson com o ofício de artífice de carpinteiro realiza manutenção e conserto de carros de bois. Poucos anos mais tarde ousou construir carros para si e vizinhos em Ouricurí, sertão de Pernambuco.

Repetindo milhares de histórias de tantos outros nordestinos, migra com toda sua família para o entorno de Brasília. O artífice dá lugar ao carpinteiro da construção civil em São Paulo, Brasília e demais lugares que ofereciam oportunidade e emprego no fim dos anos 70.

O gosto pelo carro de boi ficou adormecido e guardado junto às ferramentas que na obra não tinham muita utilidade.

Nesse hiato cultural estava eu, Nilvan Vasconcellos, com apenas memórias remotas de uma época que parecia perdida.

Junto a irmãos que a vida nos proporciona, trabalhamos com afinco para resgatar a saga do carro de boi em Planaltina. Essa busca trouxe excelentes lembranças e a reconquista da identidade de muitas pessoas, inclusive a minha. Hoje, sou o filho de um artífice de carros de boi e carreiro. A meu pai Nelson Pereira de Vasconcellos.



 

V o l t a r

   

Copyright © Portal Cerratense - 2017- Todos os direitos reservados.
ISSN -  2447-8601